Boletim Diário

11/09/2020

Mercado externo

Soja tem discreta queda antes do relatório mensal do USDA

• Os preços das principais posições do mercado futuro da soja na CBOT tiveram discreta retração, conforme os agentes financeiros buscaram realizar ganhos em antecipação a divulgação do relatório do USDA.

• A expectativa geral do mercado é a de que o órgão norte-americano reduza sua projeção para a produção da temporada 2020/21 em até 4 milhões de toneladas e os estoques finais em cerca de 400 mil toneladas.

• Em antecipação ao reporte de vendas externas do USDA, os agentes de mercado apostam num saldo comercial entre 1 milhão e 2 milhões de toneladas, em consonância com as vendas diárias para a China anunciadas ao longo da semana passada.

Preços beiram a estabilidade

• Os preços da soja no mercado spot doméstico continuaram acomodados nesta quinta-feira, conforme os compradores se retraíram diante da ampliação de recordes diários dos referenciais.

• Indústrias do Sul do país, com a chegada dos prêmios a impressionante marca de US$ 2,45/bushel passaram a buscar mais ativamente alternativas nos vizinhos sul-americanos.

• Enquanto ainda possíveis, operações de wash out foram realizadas diante do spread entre o basis do mercado brasileiro e o dos demais competidores internacionais.

• No mercado a termo, as incertezas trazidas pelo clima em ano de influência do La Niña no padrão levaram mais cautela às vendas antecipadas.

Dólar

Dia de discreta recuperação do dólar

• A divisa norte-americana não devolveu as perdas da véspera, mas postou discreta alta em relação ao real, num dia marcado pela declaração da política monetária do BCE, acirramento da corrida presidencial nos EUA e tensão em torno das contas públicas brasileiras.

• Lagarde presidente do BCE, não evidenciou qualquer inclinação a seguir a política um pouco mais expansionista anunciada pelo Federal Reserve, o que manteve o fluxo de moedas estável no mercado internacional. A escalada dos ataques entre os presidenciáveis nos EUA continua sendo um fator de elevação da aversão ao risco e impede maiores aportes em ativos dos emergentes.

• No Brasil, o enfraquecimento da ala fiscalista do governo e os imbróglios que envolvem o ministro da Economia continuam colocando em xeque o comprometimento da base com agenda reformista prescrita pelo mercado.

Comentários

• Na etapa final de agosto e começo de setembro há expectativa de chuva forte desde a região Sul até e os estados do Mato Grosso do Sul e parte de São Paulo.

• Ainda na região Sul do Brasil, sobretudo no Rio Grande do Sul, o mês de setembro manterá ondas de frio com potencial para geadas, que deverão perder intensidade no decorrer da primavera, embora a próxima estação seja caracterizada por temperaturas mais baixas.

• Sob efeito da atual condição climatológica, a faixa central do Brasil até algumas áreas do Norte e Nordeste devem ter regularização da precipitação tardia mais que o habitual e de um segundo semestre não tão quente como observado no ano passado.

Preço Agropan

Soja R$

Soja US$

Milho R$

Milho US$

Dólar

130,00

24,44

52,00

9,78

5,3180

Preço trigo

PH

78 acima

75 a 77,99

72 a 74,99

65 A 71

R$/60kg.

58,00

53,65

43,50

37,00

As opiniões contidas neste relatório são pessoais e não representam em hipótese alguma recomendação para compra e/ou venda de contratos nos mercados futuros e/ou físico.

Boas informações produzem bons negócios

Volfe Umberto Gobbato

Gerente Geral

MATRIZ

Tupanciretã - RS

Av. Padre Roque Gonzales, S/Nº, 98170-000

agropan@agropan.coop.br

55 3272-8900


Desenvolvido por BRSIS