Boletim Diário

14/09/2020

Mercado externo

Soja dispara com expectativa de forte demanda nos EUA

• Os preços das principais posições do mercado futuro da soja na CBOT escalaram, superando suas máximas em dois anos, sob a influência das expectativas de irrupção das vendas dos EUA, que tornariam os estoques previstos pelo USDA para o país elevados demais.

• O USDA ainda estimou produtividade média recorde para as lavouras dos EUA, mas inferior àquela projetada no mês passado. O corte na produção veio em linha com as expectativas do mercado, o que conferiu certo aspecto de neutralidade ao relatório mensal do órgão.

• A manutenção das importações da China surpreendeu o mercado, uma vez que vendas diárias dos EUA para o país continuaram robustas desde o último reporte, em agosto.

Baixa liquidez impede grandes oscilações

• Os preços continuaram ocupando níveis elevados nas poucas praças em que se registrou algum negócio. Agora, a baixa liquidez predomina tanto no mercado disponível quanto no mercado a termo.

• Compras à vista foram registradas majoritariamente em praças com forte atuação de indústrias, as quais tiveram que oferecer prêmios em até US$ 0,50/bushel superiores às indicações do porto para originar.

• No mercado a termo, diminuição da quantidade de novos negócios é atribuída a comercialização antecipada em níveis elevados – superior a 50% na maioria das praças pesquisadas – e à cautela com as condições do tempo, que podem impedir que o produtor vá para o plantio no momento intencionado.

Dólar

Dólar termina a semana perto da estabilidade

• A moeda norte-americana fechou a semana perto da estabilidade, com os agentes financeiros operando sem direção clara, sem fator político-econômico que os guiassem irrefutavelmente.

• Na semana, a continuidade do elevado número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA, a falta de consenso entre democratas e republicanos em relação ao novo pacote de estímulo a famílias e empresas e a manutenção dos rumos da política monetária da União Europeia (EU) foram os principais fatores de precificação do câmbio.

• No Brasil, além das tensões envolvendo o comprometimento do Executivo em seguir o teto de gastos públicos, a guinada do IPCA e a recuperação ainda tímida de setores da economia formaram também uma conjuntura com sinais mistos.

Comentários

• O relatório mensal de oferta e demanda do USDA trouxe um aumento de 2,7 milhões de toneladas na estimativa de esmagamento e aumento de 8 milhões de toneladas nas exportações dos EUA da temporada 2019/20. Com isso, os estoques caíram a 15,64 milhões de toneladas.

• A produtividade média dos EUA referente a safra 2020/21 caiu para 58,1 sacas por hectare, o que implicou num corte de quase 3 milhões de toneladas produção (117,38 milhões de toneladas). O mercado esperava um corte de 3,5 milhões de toneladas em média.

• O USDA não promoveu nenhuma mudança do lado da demanda dos EUA, mas os menores estoques iniciais e produção resultaram num recuo de 4 milhões de toneladas nos estoques finais dos EUA (12,5 milhões de toneladas).

• O USDA ainda elevou em 2 milhões de toneladas a produção do Brasil para 133 milhões de toneladas, em linha com a projeção da IHS Markit de 133,5 milhões de toneladas.

Preço Agropan

Soja R$

Soja US$

Milho R$

Milho US$

Dólar

131,00

24,57

53,00

9,40

5,3180

Preço trigo

PH

78 acima

75 a 77,99

72 a 74,99

65 A 71

R$/60kg.

58,00

53,65

43,50

37,00

As opiniões contidas neste relatório são pessoais e não representam em hipótese alguma recomendação para compra e/ou venda de contratos nos mercados futuros e/ou físico.

Boas informações produzem bons negócios

Volfe Umberto Gobbato

Gerente Geral

MATRIZ

Tupanciretã - RS

Av. Padre Roque Gonzales, S/Nº, 98170-000

agropan@agropan.coop.br

55 3272-8900


Desenvolvido por BRSIS