Boletim Diário

09/02/2024

DÓLAR À VISTA FECHA A R$ 4,9948, EM ALTA DE 0,53%

AGRO NEWS

SOJA: CHICAGO FECHA EM ALTA COM MENOR ESTIMATIVA PARA SAFRA DO BRASIL

Os futuros de soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) fecharam em leve alta nesta quinta-feira, após uma sessão volátil. O mercado ficou dividido durante boa parte do dia entre a fraca demanda pelo grão norte-americano e a expectativa de quebra de safra no Brasil, mas no fim acabou prevalecendo a menor estimativa para a produção brasileira. O vencimento março da oleaginosa ganhou 4,50 cents (0,38%), para US$ 11,9350 por bushel.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu mais cedo sua projeção de 155,27 milhões para 149,4 milhões de toneladas. A estimativa representa queda de 3,4% ante a temporada anterior. O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) também cortou sua previsão, mas o número ainda é bem maior do que o da Conab. A estimativa do USDA foi reduzida de 157 milhões para 156 milhões de toneladas, enquanto analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam 153 milhões de toneladas. Já a projeção para a Argentina foi mantida em 50 milhões de toneladas, enquanto o mercado projetava um aumento para 50,8 milhões de toneladas.

O fortalecimento do petróleo, que faz com que refinarias tenham mais incentivo para misturar biodiesel ao diesel, também deu suporte aos preços. O óleo de soja, que subiu mais de 2%, é uma das principais matérias-primas usadas na fabricação do biocombustível.

Os ganhos foram limitados por dados de estoque nos EUA que vieram acima do esperado. Em seu relatório de oferta e demanda, o USDA elevou sua estimativa de 280 milhões para 315 milhões de bushels (7,62 milhões para 8,57 milhões de toneladas). A expectativa dos analistas era de um leve aumento, para 282 milhões de bushels (7,68 milhões de toneladas). O aumento do estoque foi motivado por um corte na estimativa de exportação, que passou de 1,755 bilhão para 1,720 bilhão de bushels (47,77 milhões para 46,81 milhões de toneladas).

Dados semanais de vendas externas dos EUA também pesaram sobre os contratos. Segundo o USDA, exportadores venderam 340,8 mil toneladas de soja da safra 2023/24, já descontados os cancelamentos, na semana encerrada em 1º de fevereiro. O volume representa queda de 24% em relação à média das quatro semanas anteriores. Para o ano comercial 2024/25, o saldo de vendas foi de 9,2 mil toneladas. O total vendido das duas safras, de 350 mil toneladas, ficou abaixo do piso das estimativas de analistas, de 400 mil toneladas.

Veja como ficaram os principais contratos de soja e derivados na CBOT:
COTAÇÕES DO COMPLEXO SOJA NA BOLSA DE CHICAGO

GRÃO

FARELO

ÓLEO

US$/bushel

cents

US$/t

US$

(cents/libra)

pontos

Mar/24

11,9350

4,50

Mar/24

347,10

-4,10

Mar/24

47,94

118

Mai/24

11,9975

2,25

Mai/24

342,70

-5,10

Mai/24

48,32

113

Jul/24

12,0925

2,25

Jul/24

345,90

-5,10

Jul/24

48,42

114

Ago/24

12,0125

3,50

Ago/24

346,90

-4,50

Ago/24

48,08

113


CBOT/Agência Estado

Preços Agropan

Preços válidos das 9:10h às 12h

Soja R$

Soja US$

Milho R$

Trigo

PH 78

Dólar

110,00

22,02

50,00

62,00

4,9948

As opiniões contidas neste relatório são pessoais e não representam em hipótese alguma recomendação para compra e/ou venda de contratos nos mercados futuros e/ou físico.

MATRIZ

Tupanciretã - RS

Av. Padre Roque Gonzales, S/Nº, 98170-000

agropan@agropan.coop.br

55 3272-8900


Desenvolvido por BRSIS